Endereço: Juazeiro - BA
Fazenda Massayo, s/n - Zona Rural
Contatos: (74) 3612-2900
agrovale@agrovale.com
Redes Sociais:
Atenção! Estelionatários estão
usando o CNPJ da AGROVALE
para realizar compras fraudadas.
Informações: (74) 3612-2908.
Top

Parceria Socioambiental AGROVALE

Agrovale / Social  / Parceria Socioambiental AGROVALE

Parceria Socioambiental AGROVALE

Parceria garante doação do bagaço da cana da AGROVALE para Alimentação dos rebanhos de Juazeiro.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Tiano Felix, esteve na manhã desta quinta-feira (14), na sede da Agrovale em Juazeiro, reunido com o gerente administrativo da empresa, Marcos Rocha. O encontro teve como objetivo, buscar dar seguimento ao processo de doação do bagaço hidrolisado da cana-de-açúcar como suporte alimentar para os animais (caprinos e ovinos) da zona rural, nesse período de grande estiagem. Também particiáram da reunião a diretora de Desenvolvimento Econômico, Lilian Koshiyama e o diretor de Pecuária da ADEAP, José Wilson Chaves (Chaveco),

A ação foi firmada no dia 20 de julho, com a doação de 300 toneladas do bagaço da cana-de-açúcar para associações de produtores rurais de Juazeiro pela Agrovale. A ADEAP realizou o cadastramento das associações interessadas e a distribuição do material para as mesmas. “Com a forte estiagem, a alimentação dos animais ficou escassa e os produtores têm passado por grandes dificuldades nesse sentido. Com a parceria da Agrovale, conseguimos obter esse volumoso que tem contribuído para minimizar o problema, estamos aqui hoje para buscar a continuidade dessa ação”, destacou o secretário Tiano Felix.

“O bagaço da cana é rentável para a Agrovale, mas abrimos mão dessa receita para doar a quem precisa, pois o nosso objetivo enquanto instituição é contribuir para o desenvolvimento da região e com o bem estar da população”, explicou Marcos Rocha, gerente administrativo da Agrovale.

O bagaço da cana funciona como volumoso que misturado com rações concentradas supre as necessidades alimentícias dos rebanhos. “O nosso objetivo é amenizar a carência alimentar desses rebanhos, sendo que o bagaço está sendo usado como um paliativo de emergência e dependendo do balanceamento da mistura das rações, os animais ganham peso e até mesmo tornam-se propícios ao abate”, informou o diretor de Pecuária da ADEAP, José Wilson Chaves (Chaveco).

Vale destacar, que o bagaço da cana é o resultado do processamento da fabricação do álcool, açúcar e do melaço (uma solução de sacarose) produzidos na Agrovale. Além de ser utilizado para alimentação dos animais, o material também é empregado na geração de energia e na cobertura morta (proteção do solo) das plantações frutíferas dos projetos de irrigação.